Facebook Twitter LinkedIn Youtube 11 3819-4490

FAQ - Dúvidas Frequentes

Com o objetivo de auxiliar nossos clientes, apresentamos algumas respostas para considerações mais recorrentes do dia a dia da Formularium. Se suas dúvidas não forem respondidas, entre em contato conosco.

  • O que é uma farmácia de manipulação?

    A farmácia de manipulação prepara os medicamentos seguindo prescrições médicas específicas, incluindo composição, posologia e modo de usar. Também conhecidas como farmácias magistrais, desenvolvem todo o processo magistral, além de revenderem produtos industrializados.

  • As farmácias de manipulação fazem medicamentos genéricos?

    Não. Os medicamentos denominados genéricos são fabricados por indústrias farmacêuticas e registrados no Ministério da Saúde, de acordo com a Lei n° 9787/1999. No entanto, a farmácia de manipulação pode aviar qualquer medicamento, desde que prescrito para ser manipulado.

  • Posso solicitar uma manipulação sem consultar um médico?

    Sim, há outros profissionais de saúde, além dos médicos, que podem prescrever produtos manipulados, como dentistas, nutricionistas, fisioterapeutas e veterinários, entre outros. O próprio farmacêutico poderá lhe atender e, dependendo do problema, indicará ou não um produto.

  • Os remédios manipulados são confiáveis?

    Sim. As matérias-primas utilizadas na manipulação são adquiridas por distribuidores renomados e vêm acompanhadas de um laudo de análise do fabricante. Além disso, a Formularium possui um laboratório próprio de controle de qualidade que segue as normas estabelecidas pela ANVISA.

  • Qualquer medicamento pode ser manipulado?

    Quase todos os medicamentos podem ser manipulados. Verifique com seu farmacêutico uma vez que nem todas as matérias-primas não estão à disposição das farmácias de manipulação, em alguns casos por restrição da ANVISA e, em outros, por condições contratuais dos fabricantes.

  • O medicamento manipulado é natural?

    Um medicamento manipulado pode ser natural ou sintético. A diferença está na origem da matéria-prima, que pode ser extraída de recursos naturais ou produzida em laboratório.

  • A quem devo recorrer em caso de dúvidas sobre o medicamento manipulado?

    Sempre procure pelo farmacêutico, que é o profissional habilitado para prestar assistência e dar as orientações adequadas sobre o seu medicamento.

  • Se eu não me adequar ao medicamento prescrito, o que devo fazer?

    Procure imediatamente o seu farmacêutico.

  • Posso utilizar um medicamento prescrito anteriormente caso venha a ficar grávida ou comece a amamentar?

    Se existir a possibilidade de estar ou ficar grávida, assim como de amamentar durante o tratamento, informe imediatamente o seu médico ou um profissional de saúde habilitado. Ele irá orientá-la sobre a possibilidade de utilizar ou não os medicamentos.

  • Segundo recomendação médica, devo tomar o medicamento em jejum. Qual é o melhor horário?

    Medicamentos que necessitam ser administrados em jejum devem ser tomados pela manhã, ao acordar, ou uma hora ou duas horas após uma refeição.

  • Posso tomar mais de um medicamento ao mesmo tempo?

    Essa possibilidade existe, porém, é importante consultar o profissional de saúde que o acompanha quanto a possíveis combinações. Nunca tome medicamentos sem orientação e sempre siga os horários prescritos.

  • Por que os medicamentos manipulados não apresentam bulas?

    Porque são personalizados. As informações dos medicamentos manipulados são apresentadas nos rótulos. Em caso de dúvidas, procure o farmacêutico.

  • Por que às vezes a cor e o tamanho das cápsulas são diferentes apesar de a fórmula ser igual?

    O tamanho das cápsulas depende do volume das matérias-primas necessárias para sua formulação. As substâncias apresentadas podem ter volume e granulometria únicos. Já as cores das cápsulas estão relacionadas à disponibilidade do fornecedor, ou seja, a cor não interfere na qualidade do medicamento.

  • Outra pessoa pode consumir um medicamento manipulado para mim?

    Não. Os medicamentos manipulados são exclusivos para cada caso e pessoa. São produzidos com fórmulas personalizadas, ou seja, prescritas para atender a situações específicas, ou seja, não devem ser compartilhados.

  • Posso consumir bebidas alcoólicas enquanto estou tomando medicamentos?

    Não. O álcool poderá diminuir ou aumentar a ação do medicamento, interferindo no tratamento.

  • Posso aumentar a dose recomendada pelo médico se a dor ou sintoma se agravar?

    Não. Consulte o profissional de saúde que o acompanha para alterar a dose ou posologia (modo de usar) recomendadas.

  • Já estou me sentindo bem melhor, posso interromper a medicação?

    Não. A medicação deve ser tomada durante o período prescrito pelo profissional de saúde. Somente ele pode autorizar a sua interrupção.

  • Algumas vezes o número de cápsulas é fornecido em maior quantidade do que a solicitada. Por que isso ocorre?

    Dependendo da formulação, a quantidade do princípio ativo prescrito pode não caber em uma única cápsula, tendo de ser dividido em duas, três ou até mais cápsulas. Nessas situações, é necessário tomar o dobro ou o triplo do número de cápsulas recomendada pelo seu médico. Siga sempre a orientação da Formularium apresentada no rótulo.

  • Por que os produtos manipulados possuem validade menor que a dos produtos de drogarias comuns?

    Isso geralmente ocorre devido à quantidade menor de conservantes, razão pela qual os medicamentos não devem ficar guardados por longos períodos. O ideal é utilizar sempre dentro do período prescrito pelo profissional de saúde.

  • É seguro tomar um medicamento que já passou do prazo de validade?

    Não. O prazo de validade apresentado no rótulo do medicamento deve ser respeitado.

  • O que fazer com os medicamentos fora da validade?

    Separe com cuidado os medicamentos vencidos ou que não irá mais utilizar e leve a uma unidade básica de saúde ou até a Formularium para seu descarte correto. Lembre-se de que medicamentos descartados na pia, vaso sanitário ou no lixo comum podem levar à contaminação do solo e da água, além de atingir a fauna e a flora que participam do ciclo de vida da região afetada.

  • Qual é a diferença entre alopatia e homeopatia?

    A alopatia utiliza medicamentos que produzem, no organismo do doente, uma reação contrária aos sintomas a fim de neutralizá-los. A homeopatia é a especialidade que utiliza doses mínimas de medicamento com objetivo de estimular a reação do organismo à doença. A homeopatia baseia-se no princípio de que toda substância capaz de provocar determinados sintomas em um indivíduo sadio é capaz de curar um doente com sintomas parecidos.

  • O são dermocosméticos?

    Dermocosméticos são produtos com ativos farmacológicos que agem nas partes mais profundas da pele, produzindo melhora de dentro para fora. Possuem registro grau 2 na Anvisa, ou seja, são classificados como cosméticos, porém, por terem efeitos e segurança cientificamente comprovados, são produtos intermediários entre medicamentos e cosméticos.

    De maneira geral, os dermocosméticos não contêm corantes nem fragrâncias, ou seja, não possuem substâncias desnecessárias para a ação do produto. Todos os dermocosméticos são hipoalergênicos, não obstruem os poros da pele, são testados em peles sensíveis, em sua grande maioria, produzidos com água termal.

  • O que é fitoterapia?

    Fitoterapia é o estudo das plantas medicinais – plantas capazes de aliviar ou curar enfermidades - e de suas aplicações na prevenção e/ou cura das doenças.

    Quando uma planta medicinal é industrializada para se obter um medicamento, o resultado é o fitoterápico. O processo de industrialização evita contaminações por microrganismos, agrotóxicos e substâncias estranhas, além de padronizar a quantidade e a forma correta a ser administrada, permitindo uma maior segurança e eficácia de uso.

    Antes de comercializados, os fitoterápicos industrializados devem ser registrados na ANVISA/Ministério da Saúde.

  • O que são nutracêuticos?

    O termo nutracêutico vem da junção de "nutriente" + "farmacêuticos". Os nutrientes têm a capacidade comprovada de proporcionar benefícios à saúde, como a prevenção e o tratamento de doenças. Todos os alimentos contêm componentes essenciais à nossa saúde, os chamados nutrientes, que podem ser vitaminas, minerais, enzimas, gorduras "boas", etc. Alguns alimentos vão além de suas funções nutricionais básicas ao contribuírem para a melhora do estado de saúde e bem-estar e reduzirem o risco de uma enfermidade.

    O uso dos nutracêuticos é indicado por possuírem uma concentração maior de nutrientes, o que faz com que sejam mais eficazes na prevenção e no tratamento de doenças.

  • Quais são as vantagens de se manipular um medicamento?
    • Economia: O produto manipulado é prescrito na quantidade e dosagem exatas para o seu tratamento. Não há sobras, ou seja, você paga somente pelo o que vai utilizar.
    • Segurança: As farmácias de manipulação seguem as normas de boas práticas de manipulação determinadas pelo Ministério da Saúde. A qualidade das matérias-primas utilizadas e o processo de manipulação são rigorosamente controlados.
    • Associação de medicamentos: Há doenças que precisam ser tratadas com vários medicamentos ao mesmo tempo. Quando isso ocorre, para facilitar o tratamento, o profissional pode prescrever uma fórmula manipulada que possibilite a associação das substâncias necessárias.
    • Medicamentos não disponíveis: Alguns tratamentos requerem medicamentos que não existem mais no mercado. Nesse caso, a farmácia de manipulação, tendo a matéria-prima disponível, poderá atender à prescrição e preparar o produto.
    • A dose certa para a pessoa certa: Somente na fórmula manipulada é possível prescrever doses diferenciadas capazes de atender às necessidades de cada paciente.
    • Rótulos personalizados: Os seus dados constam no rótulo do medicamento que foi prescrito para você, evitando riscos, como a troca ou o consumo errado por outras pessoas.
    • Relacionamento médico/farmacêutico: Sempre que necessário, o médico que prescreve o seu medicamento e o farmacêutico que o manipula mantêm contato para esclarecer dúvidas e garantir o melhor tratamento possível.